segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

História das Relíquias da Morte

Era uma vez três irmãos que caminhavam por uma estrada solitária e sinuosa ao crepúsculo, a certa altura, os irmãos chegaram a um rio demasiado fundo para passar a pé e demasiado perigoso para atravessar a nado. Contudo, esses irmãos eram exímios em artes magicas, por isso limitaram-se a agitar as varinhas e fizeram aparecer uma ponte sobre as aguas traiçoeiras. Iam a meio desta quando encontraram o caminho bloqueado por uma figura encapuzada. E a Morte falou-lhes. Estava zangada por ter sido defraudada em três novas vítimas, pois normalmente os viajantes afogavam-se no rio. Mas a Morte era astuta. Fingiu felicitar os três irmãos pela sua magia e disse que cada um deles havia ganho um prémio por ter sido suficientemente esperto para a evitar. E assim, o irmão mais velho, que era um homem combativo, pediu uma varinha mais poderosa que todas as que existissem: uma varinha que vencera a Morte! Portanto a Morte foi até um velho sabugueiro na margem do rio, moldou uma varinha de um ramo tombado e deu-a ao irmão mais velho. Depois, o segundo irmão, que era um homem arrogante, decidiu que queria humilhar ainda mais a Morte e pediu o poder de trazer outros de volta da Morte. Então a Morte pegou numa pedra da margem do rio e deu-a ao segundo irmão, dizendo-lhe que a pedra teria o poder de fazer regressar os mortos. E depois a Morte perguntou ao terceiro irmão, o mais jovem, do que gostaria ele. O irmão mais novo era o mais humilde e também o mais sensato dos irmãos, e não confiava na Morte. Por isso, pediu qualquer coisa que lhe permitisse sair daquele local sem ser seguido pela Morte. E esta, muito contrariada, entregou-lhe o seu próprio Manto de Invisibilidade. Depois a Morte afastou-se e permitiu que os três irmãos prosseguissem o seu caminho, e eles assim fizeram, falando com espanto a aventura que tinham vivido, e admirando os presentes da Morte.
A seu tempo, os irmãos separaram-se, seguindo cada um o seu destino.O primeiro irmão continuou a viajar durante uma semana ou mais e, ao chegar a uma vila distante, foi procurar um outro feiticeiro com quem tinha desavenças. Naturalmente, com a Varinha do Sabugueiro como arma, não podia deixar de vencer o duelo que se seguiu. Abandonando o inimigo morto estendido no chão, o irmão mais velho dirigiu-se a uma estalagem onde se gabou, alto e bom som, da poderosa varinha que arrancara à própria Morte, e que o tornava invencível.Nessa mesma noite, outro feiticeiro aproximou-se silenciosamente do irmão mais velho, que se achava estendido na sua cama, encharcando em vinho. O ladrão roubou a varinha e, à cautela, cortou o pescoço ao irmão mais velho.Assim a Morte levou consigo o irmão mais velho. Entretanto, o segundo irmão viajara para sua casa, onde vivia sozinho. Aí, pegou na pedra que tinha o poder de fazer regressar os mortos, e fê-la girar três vezes na mão. Para seu espanto e satisfação, a figura da rapariga que em tempos esperava desposar, antes da sua morte prematura, apareceu imediatamente diante dele.No entanto, ela estava triste e fria, separada dele como que por um véu. Embora tivesse voltado ao mundo mortal, não pertencia verdadeiramente ali, e sofria. Por fim o segundo irmão louco de saudades não mitigadas, suicidou-se para se juntar verdadeiramente com ela. E assim a Morte levou consigo o segundo irmão. Mas embora procurasse durante muitos anos o terceiro irmão, a Morte nunca conseguiu encontra-lo. Só ao atingir uma idade provecta é que o irmão mais novo tirou finalmente o manto de invisibilidade e deu ao seu filho. E então acolheu a Morte como uma velha amiga, e foi com ela satisfeito e, como iguais, abandonaram esta vida.


----------------------------------------------------------------------

Em resumo, as Relíquias são:

Varinha de Sabugueiro (Varinha das Varinhas)
 Dada pela Morte à Antíoco Peverell, é a relíquia que tem mais probabilidade de se saber onde estar e, para os duvidosos, de existir. É uma varinha inquebrável e invencível. Seu núcleo é de pêlo de rabo de Testrálio, uma substância poderosa, a técnica para inseri-lo é possível apenas para os grandes bruxos, capazes de peitar a morte. Seu dono poderia ser fraco e, ao estar com a varinha se tornaria poderoso. É passada de bruxo para bruxo, derrotando o antigo possuidor, a varinha tem um ciclo sangrento pela história da magia e recebeu ao longo das gerações vários nomes tal qual a Varinha da Morte, a Varinha Anciã e a Varinha do Destino.


A Pedra da Ressurreição 
Pedra da Ressurreição é uma das Relíquias da Morte. Tem o poder de trazer de volta ao mundo dos vivos os que já faleceram, mas não em carne e osso. Em O Conto dos Três Irmãos, foi dada de presente pela Morte ao irmão do meio, que, girando a Pedra três vezes em sua mão, admira-se ao ver que a garota com a qual casaria, antes dela morrer, havia aparecido na sua frente. A garota estava gelada e molhada, separada dele por um véu, então o irmão do meio se mata a fim de se juntar a sua amada. Provavelmente a Pedra da Ressurreição foi criada pelo próprio Cadmo Peverell



A Capa da Invisibilidade

Capa da Invisibilidade é um objeto mágico extremamente raro. Tudo que se encontra abaixo dela fica invisível, porém, podem ser percebidos um deslocamento de ar e o som abaixo da capa. Em O Conto dos Três Irmãos, foi dada de presente pela Morte ao irmão mais jovem. Provavelmente foi criada por Ignoto Peverell.


10 comentários:

  1. em minha opinião acho que a saga Harry potter não poderia ter terminada, mas já que terminou ,terminou em grande estilo com a historia das relíquias da morte.

    ResponderExcluir
  2. Não poderia ter ababado a Harry Potter Mas já que acabou... Eu fico repetindo todos os filmes dele e não me canso de ver.

    ResponderExcluir
  3. Olá galerinha amantes de HP assim como eu!

    aqui você adquiri um lindo colar do simbolo das Relíquias da morte com círculo giratório! com frete grátis pra qualquer lugar do Brasil!

    http://sp.bomnegocio.com/sao-paulo-e-regiao/bijouteria-relogios-e-joias/frete-gratis-colar-giratorio-reliquias-da-morte-36106924

    ResponderExcluir
  4. Se a varinha das varinhas é "inquebrável", como o Harry conseguiu quebra-la no final do filme relíquias da morte part 2 ?? só porque ele seria o dono? mesmo assim não faz sentido.

    ResponderExcluir
  5. Se a varinha das varinhas é "inquebrável", como o Harry conseguiu quebra-la no final do filme relíquias da morte part 2 ?? só porque ele seria o dono? mesmo assim não faz sentido.

    ResponderExcluir
  6. Se a varinha das varinhas é "inquebrável", como o Harry conseguiu quebra-la no final do filme relíquias da morte part 2 ?? só porque ele seria o dono? mesmo assim não faz sentido.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No final do filme Harry Potter fala que a varinha não pertencia snape pq quem tinha disamardo Dumbledore era Malfoy dps quem disamou Malfoy foi Harry então a varinha das varinhas pertencia Harry poriso que Harry ganhou pq a varinha das varinhas não era de vc sabe quem kkkkk

      Excluir
  7. Isso só acontece nos filmes, nos livros ele devolve ela para o túmulo que estava Dumbledore, mas conjura muitos feitiços de proteção com ela.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nunca vi o livro...
      Se no livro e essa história e melhor kkkk

      Excluir